Acesso a Informação

Parceiros e Órgãos

Telefones úteis

Mídias SDA

Abastecimento d´água muda a realidade em comunidades rurais de Porteiras e Caririaçu
Qui, 10 de Maio de 2018 10:01

"Quem sempre teve água na torneira de casa não conhece a importância desse bem tão precioso", pontua secretário do Desenvolvimento Agrário

Para quem já acompanhou a mãe carregando um pote de barro sobre a cabeça Chapada do Araripe acima, abrir a torneira e observar a água jorrar é um milagre realizado. “No dia que chegou a água na torneira, eu taquei foi um grito: ´a água chegou, a água chegou!´. A minha esposa (Salete, que estava na casa da vizinha) achou que eu tava ficando era doido”, conta Francisco José da Silva, de 68 anos. “Mudou muito, mudou demais! Depois que a água chegou na torneira não precisou mais o caba acordar três horas (da madrugada) pra puxar a água (no poço)”, diz o agricultor familiar.

Na propriedade localizada no município de Porteiras, região do Cariri, a riqueza da paisagem vista do alto contrasta com um pequeno roçado de milho, feijão e jerimum – todos quase escorados num pé de seriguela. Uma casinha simples: teto baixo, janelas estreitas, dois quartos, sala e cozinha e uma cisterna de placa com calha e cano dando voltas pela beirada do telhado no quintal de casa. “Agora é pedir a Deus para a água do Vieira nunca secar”, roga o agricultor criado nas roças da comunidade Sítio Vieira.



“Água é vida e saúde, mas também é um bem escasso no semiárido, como todos vocês sabem. Por isso, peço a todos vocês que cuidem muito bem do sistema de abastecimento d´água que estão recebendo”, discursa o secretário do Desenvolvimento Agrário, Francisco de Assis Diniz, na solenidade de entrega dos sistemas de abastecimento d´água para as comunidades Vieira, Vieira Grande e Sobradinho na última quarta-feira (9). “As pessoas que já possuem água na torneira não conhecem a importância desse bem tão precioso que vocês estão recebendo”.

São 295 famílias atendidas com a obra do Governo do Ceará, através do Programa Água Para Todos, e mais de R$ 2,1 milhões investidos na segurança hídrica. “São seis anos de estiagem prolongada e, graças a Deus, a chuva desse ano vai ficar dentro da média (histórica)”, observa o secretário-chefe da Casa Civil, Nelson Martins. “Desde que assumiu, o governador Camilo Santana tem coordenado ele mesmo esse esforço (de levar água às comunidades rurais e sedes dos municípios do interior). Quantas vezes ele foi em Brasília atrás da conclusão da Transposição do Rio São Francisco e quantas vezes esteve aqui perto, no canteiro de obras?”, acrescenta.



Foi um esforço hercúleo para assegurar que a água chegasse nas torneiras das comunidades rurais. Somente para levar a água de um poço profundo até a estação de tratamento, no alto da Chapada do Araripe, foram instaladas cinco estações elevatórias para, em seguida, todo o recurso hídrico desembocar nas casas pela força da gravidade. “A diferença é que agora a gente pode tomar banho no chuveirinho, melhorou bastante”, opina a também moradora do Sítio Vieira, Antônia Maria dos Santos, mais conhecida por “Zenilda”, de 50 anos.

Reconhecimento

Na mesma solenidade, foram entregues 35 títulos de propriedade rural a agricultores familiares de Porteiras. O título da terra é o resultado final do Programa de Regularização Fundiária de Imóveis Rurais que tem como objetivo fortalecer o combate à pobreza rural e como foco principal a promoção da segurança jurídica do patrimônio fundiário do agricultor familiar, bem como a extinção da grilagem de terras no espaço rural cearense.



A iniciativa é uma parceria entre o Estado, representado pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário e IDACE, e a União, por meio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República (SEAD). “Para nós, é uma grande vitória”, pontua Pedro José dos Santos, de 67 anos, que representou os agricultores familiares atendidos pela política pública.

Até o fim de 2018 deverão ser emitidos aproximadamente 18 mil papéis da terra. Desde 2007, o Programa de Regularização Fundiária já emitiu mais de 70 mil títulos de terra. Até 2020, a previsão é cadastrar 260.846 imóveis, emitir 182 mil títulos e beneficiar mais de 209 mil famílias. “Agora ninguém tira, graças a Deus!”, completa o agricultor familiar.

Caririaçu



A comunidade Sítio Tataíra, no município de Caririaçu, também inaugurou um sistema de abastecimento d´água na última quarta-feira. A obra beneficiou 69 famílias com um investimento de R$ R$ 227.248,87 e é um sonho acalentado pela comunidade acalentado nos últimos 10 anos. “Através da associação, a gente já mudou muito aqui e a tendência é melhorar ainda mais daqui pra frente com a água que chegou”, pontua o agricultor José Josafá Serafim, 66 anos, que reside na comunidade há pelo menos 40 anos.

Participaram das solenidades os prefeitos Fábio Pinheiro Cardoso (Porteiras), José Edmilson Leite Barbosa (Caririaçu), os deputados estaduais Dedé Teixeira e Anderson Palácio, os vice-prefeitos Aníbal Tavares de Caldas (Porteiras) e Rosivan Leite (Caririaçu), os ex-prefeitos Guilherme Landim (Brejo Santo) e Manoel Novais Holanda (Porteiras), além de secretários municipais, vereadores e lideranças políticas do Cariri.

Assessoria de Comunicação Secretaria do Desenvolvimento Agrário
André Gurjão- Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

Calendário

Maio 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2