Governo do Ceará encerra a semana com 700 títulos entregues em três municípios

12 de julho de 2019 - 18:25

Pereiro, no Vale do Jaguaribe, foi o último município nesta semana a receber a equipe do Governo do Ceará para comemorar a chegada de títulos do Programa de Regularização Fundiária. Nesta sexta-feira (12) foram entregues 294 documentos “da terra” a agricultores familiares. A solenidade concluiu a entrega de quase 700 títulos desde a última segunda-feira.

A semana começou com festa para 265 agricultores de Deputado Irapuan Pinheiro, no Sertão Central. Na quarta-feira (10), foi a vez de Piquet Carneiro receber 88 documentos definitivos para os posseiros. Durante todos esses dias o secretário de especial de relações institucionais da Casa Civil, Nelson Martins, e o secretário do Desenvolvimento Agrário, Francisco De Assis Diniz, representaram o governador Camilo Santana nos atos de cessão.

Durante a solenidade no Centro de Convivência Social Francisco Ednaldo dos Santos, De Assis falou da relevância do trabalho do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (IDACE) em entregar a agricultores o papel definitivo de suas terras. “O esforço é grande para concretizar esta política. Porém os resultados são muitos: a partir do registro no cartório do documento recebido hoje todos passam a ter segurança patrimonial, e possibilidade de estruturação da propriedade através do acesso ao sistema financeiro”, comentou.

Em rápida projeção, diante de 2.588 terras aptas a serem regularizadas e cedidas nos próximos meses, “Pereiro poderá receber em sua economia até R$ 60 milhões se todos procurarem financiamento para organizar a produção. É algo de extremo impacto”, explicou Diniz.

Para o prefeito Neto Estevam, o sentimento é gratidão pela atenção do governador Camilo Santana para com o município. “Nossa região é de uma peculiaridade singular no que tange ás terras para cultivo. Nosso relevo evidencia que os agricultores daqui cultivam apenas para cultivo de dentro de casa. E, agora, certos de suas terras e com as portas abertas para investirem em suas propriedades eles poderão fazer muito mais”.

Já o secretário especial Nelson Martins comemorou a aprovação por parte da Assembleia Legislativa em ratificar na última quarta-feira (10) a mensagem do executivo estadual em ampliar as atribuição do IDACE. “Ao propor estas mudanças o governador objetivava garantir o melhor desenvolvimento econômico e social do meio rural cearense. Agora o IDACE que já tem feito desde 2007 um trabalho primoroso na entrega de quase 80 mil títulos, poderá adquirir pequenas e médias propriedades e assentar famílias de trabalhadores rurais que precisam de terra para morar e produzir”, explicou.

Acerca da medida ele esclareceu ainda que “ela vai viabilizar o acesso maior de famílias ao programa e assim acessem o mercado através de linhas de crédito, programas governamentais e outros benefícios”.

Manoel Pedro de Queiroz, morador de Olho D’água, vivenciou a satisfação de bater no peito e dizer seguramente seus seis hectares de terra. “Vai ser muito bom! Quero buscar financiamento para plantar ainda mais milho e feijão e crescer minha criaçãozinha. Tou muito satisfeito!”, comemorou o agricultor pai de dez filhos.

Participaram da solenidade o secretário do Planejamento e Gestão, Mauro Filho, e o superintendente do IDACE, José Wilson Gonçalves.